top of page
Buscar
  • Foto do escritorLiza | Construtábil

Terminei minha obra. E agora?

Finalmente a sua obra foi concluída e não há mais nada a ser feito em termos legais, certo? Na verdade, não é bem assim. Se você terminou sua obra de construção civil, é necessário emitir o termo de encerramento de obra, que vai comprovar que tudo foi executado da maneira correta do início ao fim. Esse documento também garante que a obra é segura e que cumpriu todos os requisitos legais.


Para emitir o termo de encerramento da obra, ela precisa estar inscrita no CNO (Cadastro Nacional de Obras). Caso a sua obra seja mais antiga do que a implantação do CNO, você deverá providenciar a migração da matrícula CEI para o CNO. Clique aqui para saber mais.


O que é o termo de encerramento de obra?


Mais conhecido como Habite-se, tem o propósito de atestar a conformidade no final de uma construção. Esse documento é emitido pela Prefeitura do seu município e vai atestar que o imóvel está pronto para ser habitado e que foi construído ou reformado dentro das exigências legais.


O Habite-se é de responsabilidade do proprietário do imóvel, exceto quando há uma construtora responsável pela obra.


Se a finalidade do imóvel for para fins comerciais, será necessário também obter a vistoria do Corpo de Bombeiros, que vai assegurar que a construção possui as condições de segurança contra incêndio previstas em legislação.


Cada município pode definir quais documentos são necessários para aprovar o Habite-se. Porém, alguns são os mesmos em qualquer município do Brasil. Veja a relação abaixo:


  • Solicitação do termo de encerramento de obra;

  • Inscrição imobiliária do imóvel;

  • Carteira do CREA e inscrição municipal do profissional responsável pela execução;

  • ART ou RRT emitido pelo construtor;

  • Número de inscrição municipal e cópia do IPTU do imóvel;

  • Atestados emitidos pelo fiscal da vistoria comprovando a conformidade com os projetos e o correto funcionamento das instalações hidrossanitárias e elétricas;

  • Comprovantes de pagamento do ISS do projeto.

Após a entrada no Habite-se, deve-se esperar a vistoria no imóvel pela Prefeitura, pois, caso seja encontrada alguma irregularidade, o pedido será indeferido.

É importante salientar que, mesmo que o imóvel esteja recebendo contas de IPTU, luz e água, não comprova sua regularidade. Se não tiver o Habite-se, não será possível financiamento bancário, no caso de venda do imóvel.

Outro ponto que precisa de atenção são os prazos. Por isso, sempre consulte o órgão municipal para saber todo o processo. Para não perder a validade, muitas vezes é preciso solicitar o Habite-se em um determinado intervalo de tempo após a conclusão da obra.

Para ter o Habite-se aprovado, a obra precisa estar em conformidade com o projeto. É crucial atentar para as exigências das normas técnicas, bem como à legislação de cada região. Assim, é possível evitar uma futura dor de cabeça.

Tem alguma obra pronta que precisa de regularização? Entre em contato conosco! Somos especialistas no ramo de Construção Civil.


52 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page