top of page
Buscar
  • Foto do escritorLiza | Construtábil

Importância do EPI na Construção Civil

Um canteiro de obras está sujeito a acidentes de trabalho devido aos riscos em que os trabalhadores são expostos diariamente, como o manuseio de materiais típicos da construção de alvenaria (tijolos, cimentos e ferramentas), consertos de materiais tóxicos ou cortantes e nas atividades em altura. Por isso, é muito importante a utilização dos EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual) nas atividades da construção civil. Eles são indispensáveis para garantir a proteção aos inúmeros riscos aos quais os colaboradores estão expostos e ajudam a evitar possíveis acidentes que possam ocorrer durante a jornada de trabalho.


Quais equipamentos devem ser utilizados para garantir a segurança do colaborador na construção civil?


De acordo com a NR 6 (Norma Regulamentadora), são considerados EPI’s os dispositivos ou produtos de uso individual pelo trabalhador, concebidos e fabricados para oferecer proteção contra os riscos ocupacionais existentes no ambiente do trabalho. Basicamente, na construção civil, os principais itens utilizados são:


  • Capacete;

  • Capuz ou balaclava;

  • Óculos de proteção;

  • Protetores auditivos;

  • Luvas e

  • Cinto de segurança para trabalho em altura


Para uma definição correta de quais EPI’s deverão ser fornecidos, a empresa primeiramente precisa fazer o Gerenciamento dos Riscos (físicos, químicos, biológicos ou ergonômicos) em que os trabalhadores estão expostos. Para isso, é necessário ter um especialista na área de Segurança do Trabalho para correta avaliação.


A utilização desses equipamentos deve ser fiscalizada pela empresa?


Sim. Sendo identificados os EPI’s que devem ser utilizados, os trabalhadores são obrigados a usá-los de forma correta e para a finalidade a qual se destinam durante todo o exercício das suas atividades.


Por isso, é de responsabilidade da empresa acompanhar e fiscalizar se cada trabalhador está usando o EPI de forma correta. Os pedreiros, serventes e seus ajudantes devem ser supervisionados pelos seus superiores ou por algum profissional técnico da segurança do trabalho constantemente.


Nos casos em que os trabalhadores, mesmo depois de serem devidamente orientados, não utilizarem os EPI’s ou os utilizarem de forma inadequada, poderão ser aplicadas sanções legais permitidas por lei, como advertência, suspensão e até demissão por justa causa, dependendo da gravidade da falta cometida.


Segundo pesquisas, o principal fator dos acidentes é a falta de atenção do trabalhador. Dessa forma, é muito importante que a empresa faça campanhas e palestras internas contínuas de conscientização para disponibilizar aos trabalhadores informações sobre as melhores condutas de segurança nas construções, afinal, qualquer descuido pode ser um acidente fatal.


O cuidado com a segurança do trabalhador deve ser um ato praticado em cada etapa da obra. Pessoas bem cuidadas geram mais resultado por estarem felizes e satisfeitas com o que fazem. (clique aqui para saber mais sobre Gestão de RH na Construção Civil).


Tem alguma dúvida? Entre em contato conosco! Somos especialistas no ramo da construção civil e poderemos te ajudar!


49 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page