Buscar
  • Liza | Construtábil

Quero abrir uma empresa no ramo de construção civil. E agora?

Para investir no ramo da construção civil é fundamental conhecer o segmento e, para isso, você precisa definir, em primeiro lugar, seu ramo de atuação, se será na construção de casas, prédios ou se a sua atuação será como prestador de serviços. Definir seu ramo e público alvo te ajudará também a ter um foco claro, a entender o mercado de forma mais profunda e detalhada. A viabilidade da abertura da empresa em uma determinada região ou conhecer os principais concorrentes também são fatores cruciais nessa primeira fase.


Um passo super importante, seja no ramo da construção civil ou em qualquer outro segmento, é fazer um Plano de Negócios estruturado. Para formalizar seu plano de negócio, deixe registrado todo o seu planejamento, quais caminhos serão percorridos e quais serão os possíveis obstáculos a ultrapassar. Isso é gerenciamento de risco! Conte também com o apoio de um parceiro especializado para ajudar na formalização da sua empresa. A parte burocrática precisa de bastante atenção para que, desde o início do seu negócio, você esteja resguardado de possíveis problemas futuros.


Veja abaixo alguns pontos de atenção que a Construtábil Contabilidade, como especialista no assunto do ramo da construção civil, pode te ajudar:


  1. Abertura da empresa: aqui você vai precisar definir algumas características do seu negócio, como tipo da empresa, porte da empresa e regime tributário. E um planejamento tributário bem feito irá evitar que no futuro você tenha que lidar com despesas não esperadas, pois nem sempre a opção pelo Simples Nacional pode ser a mais vantajosa. Veja aqui 3 dicas práticas para reduzir a carga tributária da sua empresa de construção civil. Tudo irá depender do faturamento. Na abertura da empresa você também precisará lidar com a solicitação de diversas documentações para a obtenção do CNPJ.


  1. Inscrição Municipal: Após a abertura do CNPJ, você precisa ter a inscrição municipal na Prefeitura da sua região, que seria o cadastro tributário da empresa no município. Com essa inscrição, a sua empresa poderá ser fiscalizada nos impostos que competem ao município, como o Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), ter autorização para emissão de notas fiscais e solicitar certidões negativas para participação em licitações.

  2. Inscrição Estadual: Vai permitir que sua empresa tenha inscrição no ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). Via de regra, as atividades de construção civil estão sujeitas ao ISS, porém, algumas atividades, como importação de mercadorias, ficam sujeitas ao ICMS.

  3. Alvará de funcionamento: Você vai precisar do Alvará de Prevenção e Proteção contra Incêndio emitido pelo Corpo de Bombeiros e o Alvará de Funcionamento emitido pela prefeitura.

  4. Responsabilidade Técnica: fique atento, pois algumas atividades da construção civil precisam ter um profissional responsável técnico registrado no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia).


São muitos detalhes que precisam de atenção. Mas não se preocupe: nós somos um escritório contábil especialista no ramo de construção civil. Temos profissionais capacitados para cuidar de toda essa parte com excelência e eficácia para você! E com isso vai sobrar tempo para você focar no seu core business e fazer seu negócio dar certo!


Clique aqui e entre em contato com a nossa equipe de especialistas.


9 visualizações0 comentário